O Mundo da Fábula Perdida

Ir em baixo

O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Fable em Seg Nov 17, 2008 12:32 am

Pessoal
Não é um Fanfic de naruto!
Eu estava afim de posta uma historia que eu faço e to aqui!Nomes criados e alguns modificados então nao se estressem se achar algo diferente Very Happy não liguem se tiver algum erro de portuga Razz,se quiser criticar a historia crie um topico para criticar!NÂO POSTE AQUI!
Vamos começar


O Mundo da Fábula Perdida






O Começo

No Inicio,tudo era apenas um espaço vazio,nele continha um planeta chamado de planeta circular
Um enorme planeta,nele continha
vários seres vivos,principalmente animais.
Mas o importante nele,era que o planeta era habitado por seres racionais conhecidos como Espíritos da Luz.
Que respeitavam todos os seres e
também as leis dos 12 poderes.


Um desses espíritos era muito negro,e continha em seus pensamentos coisas terríveis,coisas que desejava e que achava que eram importantes.
Muitos dos Espíritos da Luz conheciam a maldade,e sabiam que nela só
existiria a dor,a destruição.Alguns anos se passaram e esse mal se espalhou
entre os espíritos que começaram uma longa guerra.

Kain filho de um Espírito da Luz,decidiu que no mundo deles deveria existir paz e bondade,então disse:
-Faça se de uma flor,das mais
belas,cria-te uma mulher,que vai trazer a bondade para este mundo.
Então em 12 dias uma mulher
nasceu da mais linda flor daquele planeta,pequena,muito pequena,loira,olhos
verdes,muito atraente e poderosa,Foi chamada de Abel.
Todos os espíritos se apaixonaram por tanta beleza,e se jogaram ao seus pés.
No entanto Alguns Espíritos
queriam ter ela apenas para seu consumo,para criar a maldade,E a guerra
continuava a sua destruição,Kain então decidiu que Abel devia acalmar os
Espíritos da Luz que brigavam por seu amor.


Abel se recusou por causa que
não tinha o dever de ser mulher de nenhum dos Espíritos,e disse que nenhum ser
poderia tocá-la,muito menos usá-la para fins próprios.
Por recusar tal oferta,Os
espíritos da Luz prenderam na em uma prisão escura,sombria,e lá ela viveu 980
milhões de anos.


Alguns anos depois o planeta
estava em ruínas,e ate agora nenhum dos Espíritos estavam mortos,eles tinham se
esquecido que eram imortais,e que tal guerra não adiantaria de nada,porem o
poder era o que importava.


Kain desesperado ficou
doente,fraco,logo seu tamanho gigantesco foi diminuído ao tamanho de sua criação Abel.Se
sentiu fraco,ele era o que parecia,o único ser que não cobiçava o amor pela
carne,não continha ódio em seu ser,não aceitava o mal como único caminho.
Caiu em tentação ao ver Abel de tão perto.Abel vendo seu criador,apaixonou-se por Kain e então tiveram uma noite de amor.
Os Espíritos que guerrearam viram aquilo,e não gostaram nem um pouco.
Essa tentação que Kain teve,trouxe a destruição do planeta circular.
Os espíritos começaram a destruir tudo que existia,Não se importavam com a lei dos 12 poderes,desobedecendo todas elas.
O primeiro espírito que iniciou
sua maldade,disse ao seus irmãos que Kain queria apenas a bela Abel para ele,e
que aquela visam era da cobiça dele pela tão valiosa Abel.
Todos os espíritos nervosos,não agüentavam mais ver aquilo,e então o Planeta Circular explodiu.
Uma enorme explosão que deu origem ao espaço cheio de planetas,um novo sistema solar.
O núcleo do Planeta Circula não se apagou,e ficou sem direção no espaço,uma enorme estrela no espaço


Última edição por Fable em Seg Nov 17, 2008 1:04 am, editado 1 vez(es)
avatar
Fable
ADM/Mod.Fable
ADM/Mod.Fable

Número de Mensagens : 118
Data de inscrição : 30/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Fable em Seg Nov 17, 2008 12:45 am

O Reinicio

Nas ruínas do planeta circula
existia alguns seres que foram se evoluindo naturalmente,seres vermelhos,azuis,verdes,negros.


Tinham dentes enormes e eram
parecidos com a forma de Abel,eram pequenos para tão grande lugar.


Em poucos meses,alguns desses
seres conseguiam raciocinar,e logo dominaram os outros seres que viviam em sua
casa,esses seres que dominaram se nomearam Orcos Queimantes por ter sua pele
avermelhada,existiam cristais gigantes que tinham caído nesse pedaço que ainda
podia se chamar de terra,Cristais que eles estudaram,viram que os cristais
tinham um tipo de poder,algo que eles não tinham idéia do que seria.com uma
inteligência muito grande,alguns orcos dominaram o poder desses cristais e os
chamaram de Abridores de Guerra.


Alguns orcos não aceitaram ser
dominados por esses seres,esses eram verdes e menos inteligentes,e guerrearam
contra esses poderosos Orcos queimantes,em uma batalha sangrenta muitos orcos
estavam sendo eliminados,a maioria eram os orcos verdes que se nomearam como a
Sogrades,alguns lideres dos Sogrades tinham uma inteligência sã,e logo fizeram
um enorme portal chamado de Portal de Fogo.Era a única saída para os
Sogrades,que lutavam pela sobrevivência,já que seu inimigo era muito poderoso.


A destruição era certa quando os
inimigos invadiam suas terras,nada sobrevivia,nada poderia deter tanto
poder,era o fim,porem o Portal estava sendo aberto,e quando este
finalizado,muitos Sogrades entraram neste para fugir.O portal foi fechado com a
saída do líder dos Sogrades,os que ficaram foram torturados,mortos,ou possuídos
pela maldade...


Depois de alguns anos os Orcos
Queimantes que tinham grande poder estavam morrendo,e seus espíritos chamados
de demônios estavam dominando todo o território,logo o primeiro líder demônio,o
mais poderoso daquele mundo foi chamado de Abaddon.


Alguns lideres dos Orcos
Queimantes foram mortos,e seus exércitos foram dominados pelo Abaddon,Em alguns
meses Lorde Abaddon tinha grande poder,e era um enorme demônio,vermelho,com
olhos dourados,que vivia nas montanhas quentes da nova Terra do Fogo.


Entre os Orcos daquele lugar,o
aqueles que ficavam contra seu poder,eram torturados e depois mortos,o reino de
terror começava ali,a semente que decidiria o começo da historia tinha se
plantado,faltava apenas esperar alguém molhá-la....
avatar
Fable
ADM/Mod.Fable
ADM/Mod.Fable

Número de Mensagens : 118
Data de inscrição : 30/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Fable em Seg Nov 17, 2008 12:56 am

A nova casa....



Os Sogrades depois de
atravessarem o portal,viram uma um visual totalmente estranho...
O chão era verde,existia vida
naquele lugar,arvores,plantas e um ar limpo.o portal estava situado dentro de
uma enorme cratera que continha enorme cachoeira que molhava a parte de cima do
portal.


Lugar perfeito para se iniciar uma nova vida,2000 mil anos depois todo planeta estava cheio de orcos com suas casas,vilas e centros.
E então Sogrades vivia lá em seu
trono,sempre prestando serviços a sua população,sempre observando cada mudança
que ocorrida naquele planeta...rezava para que ninguém atrapalha-se o a vida de
todos os orcos.


Então um dia Sogrades se
apaixonou se por uma bela orco.Tiveram um filho chamado de Hur’zard.


Foi predestinado que essa criança seria um defensor das terras conquistadas.
era muito inteligente e também muito poderosa igual ao seu pai,logo ao seus 3
anos controlava a magia como qualquer mago da mais alta patente do impérios dos
orcos.


Então uma faísca de fogo de ascendeu,alguns orcos responsáveis por algumas cidades e legiões que estavam
sobre o poder dos Sogrades não aceitaram suas leis,estavam cansados e queriam
suas próprias disciplina,ter seu próprio líder,seus próprios impérios.

Por tempos sentia se medo de alguns
diante de tal rebelião,a pergunta que decidia a vida de quem respondia
era,”Você é contra Sogrades ou a favor? “
Muitas perdas aconteceram em menos de 1 mês.Mais de 1,5 milhões de orcos foram totalmente destruídos e assim se formaram as fronteiras de sangue.


Porém,ainda existia o reino de Sogrades,ainda existia o motivo da raiva,o motivo da derrama de sangue...
E então,em um dia quente com pequena temporada de chuva,raios caiam e então ouvi-se uma voz lá de cima do castelo,era Sogrades gritando bem alto.
-Meus irmãos,Hoje será o dia que
nos da Legião Imperial dos Sogrades vamos nos erguer contra nossos inimigos!
Já é noite,uma semana depois da alta voz no topo do castelo,os guerreiros de Sogrades atacam silenciosamente império por império...os campos que antes serviam-se para se planta,hoje
estavam cobertos de corpos e sangue...de restos mortais dos inimigos de
Sogrades,Os melhores orcos escolhidos para destruir,exterminar seus inimigos
que um dia,foram seus melhores amigos....


Em pouco tempo 10 impérios no
total de 15 foram totalmente destruídos,os restos dos impérios viram que não
tinham a mínima chance contra enormes forças,e rapidamente desistiram.porém já
não havia do que se arrepender,as guerras continuaram ate Sogrades tomar todo o
controle.Seu filho Hur’zard viveu acompanhando seu pai a cada luta,a cada destruição,a
cada mortal sendo despedaçado....cresceu vivendo no reino de terror onde seu
pai era o deus.


E então e chegado ao ultimo
império chamado de Império dos Olhos de Serpente,os guerreiros se posicionavam
e davam gritos de guerra.Era o fim para toda aquela cidade.
Pessoas gritavam por socorro,mais já sabiam que seu fim era em algum lugar com seus corpos
espalhados pelas casas,becos,poços...Hur’zard,filho único de Sogrades ao seus
16 anos viu todos os impérios caírem,acaba ali o motivo de seus pesadelos,ele
ainda se perguntava o por que de tudo aquilo.


Sogrades olha para seu filho,vê
ele meio nervoso,apreensivo Sogrades pergunta para seu filho o motivo de tal
nervosismo já que a vitória é certa.
Seu filho Responde,com uma voz
tremula:
-Pai,eu vejo o inicio da sua
historia,vejo como você fugiu da destruição e voltou a ela...eu vejo você
cair....
Sogrades acha engraçado,e
diz,para o filho que a imagem que ele vê,não e nada comparado com que a por vim
pela frente.
Soldados ficam a frente para receber comandos.
O tempo é curto para os inimigos de Sogrades....
avatar
Fable
ADM/Mod.Fable
ADM/Mod.Fable

Número de Mensagens : 118
Data de inscrição : 30/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Fable em Seg Nov 17, 2008 1:02 am

O final de um Império.


Soldados a frente dos campos da cidade imperial dos que se nomeavam Olhos de Serpente...
Cem mil orcos nos campos a frente da cidade,e uma estima de 650 soldados na cidade...
Sogrades levanta o braço e manda seus bravos guerreiros atacarem. Então,O portão cujo devia permanecer trancado se abre...Sogrades acha estranho tal medida de defesa,e um barulho demoníaco
sai de dentro da cidade.Um barulho estrondoso,treme todo território que alcançava...


Começa a cair uma forte
tempestade,trovões caem como sangue em suas guerras,queimam e destroem catapultas,guerreiros,e
então,uma corneta toca....Fazendo um alto som,anunciando uma guerra...
Sogrades manda seus guerreiros pararem,ele observa atenta mente o escuro vindo de trais dos portões da cidade.E então finalmente enxergava o que não queria,enxergava seu medo,enxergava a
destruição,enxergava os Orcos Queimantes...


A terra verde que havia de
frente para os campos do castelo começaram a morrer em segundos...em pouco
tempo uma escuridão invadia todo aquele espaço,dominando o céu e a terra...E
então as nuvens escuras cheias de água,se transformaram em nuvens vermelhas que
cuspiam chuvas de meteoros...


Sogrades assustado grita para que seus homens corram,nenhum deles entendiam por que dos gritos de Sogrades...ninguém entendia que ele já havia passado por aquilo a muito tempo...
Ao horizonte em direção ao
castelo,os muros começam a quebrar e a queimar,e então toda aquela enorme cidade explodi,e o fogo se alastra pelos campos matando todos os seres viventes naquele local.


Sogrades e seu filho Hur’zard
correm e se salvam...poucos sobrevivem para voltar a cidade...,ao tempo que
recuavam os orcos atacavam e encrivelmente não era apenas orcos vermelhos e
poderosos,e sim demônios de todos os tipos e tamanhos que invadiam e destruíam a todos os seres.


O Império dos Olhos de Serpente não tinham a mínima idéia do que tinham feito.Era ali o fim de todos os
seres,assim pensava Sogrades,velho orco sábio que pensou que estava ganhado uma guerra...em poucos meses sons de pássaros passaram a se transforma em sons de espíritos que vagavam pela terra,seres assustados e monstruosos que buscavam outros corpos ou sofriam eternamente na escuridão.


Alguns anos se passam e os demônios começam a achar dificuldades a destruir os orcos,pois eles já tinham
domínio sobre a magia,e ainda estudavam os corpos dos demônios destruídos por alguns heróis dos impérios.Muitas armas foram criadas e foram estabilizadas
para uso dos guerreiros orcos contra a legião dos demônios,assim controlando
suas perdas e vitórias sobre os mesmos.
avatar
Fable
ADM/Mod.Fable
ADM/Mod.Fable

Número de Mensagens : 118
Data de inscrição : 30/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Fable em Dom Nov 23, 2008 11:26 am

Quando tiver paciência eu posto mais Very Happy
avatar
Fable
ADM/Mod.Fable
ADM/Mod.Fable

Número de Mensagens : 118
Data de inscrição : 30/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Fable em Ter Jan 20, 2009 2:51 pm

Período de Paz,raiva






Alguns anos se passam,exatamente
1250 anos,Sogrades se sente velho,fraco e não pode mais acompanhar seu filho
nas guerras contra os demônios.Com poucos ataques sobre todo o império de
Sogrades,ele fica mais calmo,sobre seu filho,ele tinha medo que seu próprio
filho morre-se em batalha,mesmo sendo poderoso,ate o mesmo nível do pai e com
pedidos do filho para proteger as fronteiras,ele tinha medo que seu sangue
morre-se por mãos de 1 demônio.


Alguns ataques começam a deixa o
Sogrades entediado,pois não poderia ajudar seus soldados em defesa de seu
reino.Alguns conselhos foram tomados por decisões precipitadas e assim grandes
perdas aconteceram...Hur’zard não
agüentava mais ver sua raça sendo esmagada pouco a pouco,sendo conduzida a
escoria,eram conhecidos pelos demônios como restos mortais vivos que vagavam
pelas terras esperando para ser esmagados.


Então Hur’zard vai ate seu pai e
diz que não agüenta ver seu povo ser destruído e que esta pronto para lutar
pelo seu povo e morrer por ele...Sogrades olha para sua mulher,sua Rainha e
diz:
-Meu filho,vejo que você já
treinou o bastante,você pode ate ter me superado,se transformou em um grande
ser,apensar de ter apenas 1364 anos.Você evoluiu tão rápido,que nem me dei
conta que você já é um ser completamente Kra’zan.
-voc-
-Meu filho,eu estava buscando a
solução para todos os nossos problemas,e então,olhe isto e diga o que você
acha.
Sogrades aponta para o alto,uma
corneta toca,e as nuvens avermelhadas que existiam no ceu começam a rodar e
forma um rodamoinho abrindo-se no meio,ate todo seu centro ficar vazio.
Uma linda visão,um enorme
planeta azul era visto,com nuvens brancas e uma cor muito limpa diante deste
planeta.Alguns Orcos não gostaram do que viram e seu próprio filho perguntou.
-Grande,e bonito,ele lembra este
planeta a 4 mil anos,é isso que você deseja??fugir??novamente??Eu não irei a
nenhum lugar.Maldito seja você,Pai!
E então ele sai pelas portas da
frente jogando sua enorme capa de couro negro aos ventos e vai embora.
Ouvi-se a voz do Hur’zard aos
ventos...

-Irmãos,venho aqui informa uma
mensagem de vosso Rei,líder,meu pai,Sogrades!,venho lhes informa que vamos para
outro lugar,um lugar parecido com este a 4 mil anos,e que um dia,ira se
devastado como este.
Rapidamente a frente do castelo
onde Hur’zard esta,muitos orcos aparecem para escuta tal informação,alguns
ficam felizes em ouvir que terão novas casas e outros ficam com raiva diante a
ação do Sogrades...
Começam a pergunta sobre o que
adianta fugir,por que não lutar por esta terra conquistada,se nova casa teria
outros seres,alguns se recusavam a aceitar a idéia do Sogrades e então uma
grande revolta aconteceu.
Mesmo assim o desejo de Sogrades
era maior já que ele era o líder do império e o mais poderoso dele,e então os Abridores
de Guerra iniciam um ritual de abertura do portal,que ficava atrais dos imensos
muros do castelo...Lá se iniciava a porta para a liberdade,só precisava-se
saber quem era a chave...



O novo poder





Nos portões da cidade do
norte,alguns homens e o filho de Sogrades se preparam para lutar,alguns
soldados avistam um capitão demônio vagando pelos campos perto da entrada da
cidade,Hur’zard e alguns heróis são chamados para defender os campos.
A cidade esta sendo evacuada e
já se passaram 2 meses dês da saída dele da cidade de seu pai Sogrades.
Ele finalmente vai mostrar para
seu pai que é um kra’zan honrado,ele ira leva a cabeça do capitão demônio para
seu pai,ele pega suas armas,a armadura e se prepara para ir ao encontro do
demônio,junto com ele mais 7 heróis que defenderam suas cidades na primeira
guerra contra os demônios.O dia esta caindo,a noite vem,e então eles partem
para o campo ao sul da cidade do norte.
Lá esta o nomeado Capitão
Demônio,ele esta com um machado com escritas rúnicas,brilhantes e
então...Hur’zard escuta uma voz baixa,calma e assustadora...”Hur’zard
venha...Você merece ser digno de me possuir...venha destrua seu inimigo e pegue
–me...”
O capitão demônio acha engraçado
os orcos mandarem alguém para deter-lo e pergunta.
-O que sete orcos inferiores e
um menino estão fazendo em uma guerra para kra’zans ,devo lhes informa que
nenhum de vocês saíram vivos daqui!
Hur’zard empunha sua espada de
ouro e pergunta por que acha que não iriam ganhar ele...
O capitão demônio apenas
responde...
-Meus olhos podem ver tudo.
Nesse instante um dos heróis
tenta ataca lhe por trais,porem,ele pula e acerta uma machadada no peito de seu
inimigo o matando rapidamente...e então começa a rir,e pergunta?
-Qual será o próximo?
Os heróis atacam juntamente com
Hur’zard ,a luta demora muitas horas com perda de heróis amigos,Bra’Grok e
Grog’lokan,restando apenas cinco heróis para ajudar Hur’zard,os ataques
recomeçam,porem nenhum deles é eficaz contra o poderoso capitão demônio,sua
aparência tenebrosa dava medo a qualquer orco.em alguns minutos de luta todos
os heróis esgotados são mortos um a um pelo demônio que parecia não ter gasto
nem um pouco de suas energias,Hur’zard é o ultimo a estar no campo...Hur’zard
pela primeira vez sentiu sua morte vindo ao olhar pelos olhos de seu inimigo
demônio.
O capitão demônio pergunta
-E então?deixou seus amigos
morrerem?em todos os ataques você era sempre o ultimo,Qual problema?Tem medo de
morrer,Tenho uma idéia,vamos acabar logo com este medo...
O Capitão Demônio desaparece e aparece
a alguns centímetros do Hur’zard o socando de lado,jogando o para uma enorme
rocha vermelha.Novamente o capitão aparece na frente de Hur’zard com machado
levantado,O Capitão demônio sorri e lhe ataca com o machado...
Uma grande Explosão ocorre no local,a
força do impacto era tão grande que Hur’zard não teria sobrevivido.
Na cidade Imperial de
Sogrades,ele sente uma dor no peito,sente que perdeu alguém...fica apenas mais
preocupado com seu filho que tinha partido a dois meses de seu lar.
avatar
Fable
ADM/Mod.Fable
ADM/Mod.Fable

Número de Mensagens : 118
Data de inscrição : 30/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Fable em Qui Ago 19, 2010 12:08 pm

Pessoal essa historia,foi totalmente modificada,não existe mais.
Novidades sobre tal,nao sairao cedo ,pq estou reescrevendo.
Agora,esta tudo melhor Smile

Se querem saber venham no
http://diegobdsilva.blogspot.com/2010/08/o-mundo-da-fabula-perdida-rpg.html
avatar
Fable
ADM/Mod.Fable
ADM/Mod.Fable

Número de Mensagens : 118
Data de inscrição : 30/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo da Fábula Perdida

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum